PublicaçõesRelatório

Práticas e procedimentos orçamentais em África 2015 Gestão da ajuda num contexto de escassez de dados

en Baixar (1.01 MB)

Índice 

1. Sobre este inquérito
2. Gestão da ajuda num contexto de escassez de dados
3. Localização da função de gestão da ajuda 
4. Poderes dos ministérios para negociar com os doadores 
5. A existência e conteúdo das políticas de gestão da ajuda 
6. Base de dados da ajuda 

Nos últimos cinco anos, os países africanos receberam mais de 50 mil milhões de dólares por ano em ajuda oficial ao desenvolvimento, de acordo com a base de dados da OCDE sobre os fluxos da ajuda. A gestão da ajuda é um aspecto fundamental para muitos países africanos atingirem os seus objectivos de desenvolvimento e os princípios-chave de apropriação das políticas de desenvolvimento, foco sobre os resultados, parcerias inclusivas, e transparência e prestação de contas sobre os recursos de desenvolvimento. Este documento, o sexto numa série de sete, analisa as respostas dos países a questões sobre os mecanismos necessários para a boa governação da ajuda pelos ministérios das finanças, incluindo a existência e a localização de uma unidade de gestão da ajuda, a existência e abrangência de políticas de gestão da ajuda e bases de dados com informação sobre a ajuda, bem como as regras relativas às aprovações de projectos financiados pela ajuda por parte dos países. 

Ano: 2017 Tema: Reforço das Capacidades de GFP, Práticas orçamentais Countries: Benin, Botswana, Burkina Faso, Burundi, Central African Republic, Comoros, Cote d'Ivoire, Gana, Guinea, Quénia, Lesoto, Madagáscar, Mali, Maurícias, Namíbia, Niger, Seicheles, Serra Leoa, África do Sul, Tanzânia, Gambia, Tunisia, Uganda Língua: Inglês

Subscrever à newsletter da CABRI