Quem somosAbordagem

A teoria da mudança adoptada pela CABRI norteia-se pela premissa que um intercâmbio entre pares é uma forma eficaz de adquirir conhecimentos. A experiência demonstra que, para melhorar a funcionalidade dos sistemas de GFP, são necessárias práticas, políticas e procedimentos que se adequam ao contexto, e que as redes regionais são uma forma eficaz de os diversos actores aprenderem uns dos outros e de estimular um maior empenho.

A abordagem da CABRI consiste em cinco elementos, dirigidos aos diferentes níveis de partes interessadas nos países membros e não só. Realizamos diálogos e acções de formação, proporcionamos apoio às práticas nacionais, oferecemos uma plataforma de advocacia e uma voz comum, e estimulamos o desenvolvimento e a troca de conhecimentos. As partes interessadas dividem-se nos seguintes grupos:

  • Indivíduos, a saber técnicos superiores do orçamento, examinadores do orçamento, gestores e analistas da dívida pública etc.
  • Equipas responsáveis pelo orçamento e pela dívida pública  
  • Organizações, incluindo os ministérios das finanças/planeamento e ministérios sectoriais
  • Outros actores nacionais relevantes, tais como os ministérios sectoriais e outras agências de implementação, os bancos centrais, os deputados, as organizações da sociedade civil (OSC), etc.
  • Organizações regionais e internacionais


Cabri Aproach Diagram Portuguese 1 June16


Cabri Theory Of Change Diagram Portuguese 1 June16

Subscrever à newsletter da CABRI